Pai e filho – O Aniversário

Pai e Filho

Pai e Filho

Já faz tempo que o filho não comemora mais os aniversários com festas e presentes. Desde que entrou na faculdade, apenas reúne os amigos mais próximos e vai para alguma balada ou bar. O pai não o deixa mais fazer festas com a casa cheia de convidados. No máximo, um almoço ou jantar com alguns parentes e um bolo. Nada mais. E quem cuida disso é a mãe. A mãe é a encarregada de demonstrar o afeto e fazer esses mimos aos filhos. O dever do pai se limita a pagar a conta. O pai nunca soube como dar carinho aos filhos. Sempre foi uma pessoa bastante fria. A mãe diz que ele perdeu o pai muito cedo e por isso age dessa forma. O filho aprendeu a lidar com isso. Já sabe que em seu aniversário, o pai lhe cumprimentará com um abraço superficial com tapinhas nas costas.

Será que o pai sabe que o filho está se tornando igual a ele? Será que mesmo com todo o amor da mãe, o filho irá mesmo se espelhar na imagem do pai?

Chega o dia do aniversário. A mãe lhe dá os parabéns com um largo sorriso, um abraço bem forte e, pra variar, um monte de beijos. O filho faz cara de nojo ao receber os beijos, mas aprecia o gesto. O filho vai para a cozinha e encontra o pai. Este lhe dá um abraço superficial com tapinhas nas costas. Sequer lhe olha nos olhos (só faz isso ao dar uma bronca ou pedir alguma satisfação). O filho finge que faz pouco caso e começa a se arrumar para o almoço com a família.

A família vai para um restaurante chique. O pai sempre deu à família o melhor que podia pagar. Às vezes, até mais do que isso. O filho saboreia seu almoço e o agradece. Ao sair do restaurante, o pai se manifesta:
– Filho, vamos comprar um tênis?
– Um tênis?
O pai faz cara de bravo:
– É, um tênis.
O filho entende a proposta e decide aproveitar a oportunidade.
– Tá bom. Vamos comprar um tênis.

Os dois vão para uma loja de varejo. O pai ajuda o filho a escolher o modelo. Feliz com a escolha, o filho agradece, e os dois voltam para casa. Ainda confuso, o filho se pergunta se aquilo tudo havia sido obra da mãe. Mas ele prefere acreditar que foi o pai que realmente quis agradar o filho.

Na semana seguinte, o filho usa o calçado novo todos os dias.

Anúncios

3 Responses to Pai e filho – O Aniversário

  1. Sabrina Laís disse:

    MTOO LINDO, PARABÉNS!? SEU BLOG É MTO LINDO!

  2. Tio Ze disse:

    Oi, Dudu

    O fato de muitas vezes nao sabermos demonstrar nosso amor por nossos filhos nao quer dizer que nao os amemos.
    Veja teu caso, tudo que teu pai tem feito em sua vida foi sempre pensando em todos voces.
    A maior alegria de um pai (pode ate nao ser demonstrada) e ver seus filhos educados e encaminhados em suas vidas e voces o estao recompensando pois sao jovens educados ja caminhando por estradas propias.
    Meu pai tambem nao era de demonstrar seu carinho mas nos sabiamos que ele nos amava muito e sei tambem que no fundo voce tambem sabe disso.

    Te desejo um feliz aniversario e que voce continue usando teu calcado novo todos os dia da tua vida.

    beijao do

    Tio Ze.

  3. jheneffer disse:

    nossa muito linda a sua mensagem….o melhor pai do mundo e aquele que ensina com amor mesmo que para isso a dor seja a sua melhor professora.mais ele descobrirá os seus próprios valores…que Deus ilumine mais e mais a sua vida e realize todos os teus sonhos…Deus e o melhor pai do mundo….sempre estar do nosso lado e nunca percebemos a presença dele…apenas quando estamos no mais obscuro do nosso ser.http://www.youtube.com/watch?v=Lr5fFf8PWL8…um vidio lindo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: