O Rico: JUCA

junho 1, 2011

O Rico - JUCA

Amigo: Você ia pro JUCA na sua época de faculdade?
O Rico: Claro!
Amigo: Você ia com a FAAP?
O Rico: Não. Eu ia com a Adriane Galisteu.

Créditos da imagem: atleticapucsp.blogspot.com

Anúncios

FECAP leva a melhor em duelo contra a Cásper

outubro 2, 2009

 Jesse Owens

Equipes de Futebol e Futsal de ambas as faculdades criam novo clássico no esporte universitário

 

Duda Mendonza
Assessoria de Imprensa

A tabela saiu na semana passada, indicando o que ambas as faculdades mais temiam: duelo duplo no domingo envolvendo as modalidades mais tradicionais do esporte universitário.

Futsal

Com horário marcado para as 10h00 da manhã, ambas as equipes compareceram pontualmente no ginásio da Uniban, na Zona Norte da cidade. A partida valia a liderança do grupo, na primeira fase do JUP. A Cásper, primeira colocada até então, precisava apenas do empate para garantir a liderança e pegar um rival, teoricamente, mais fraco na fase seguinte. Já a FECAP, segunda colocada, queria a vitória para assegurar a sua classificação sem depender de outros resultados.

Como de costume, a equipe da Paulista começou a partida desligada, tomando dois gols logo nos primeiros minutos de jogo. Espiga, retornando às atividades após um mês afastado, custou para entrar no ritmo da partida e acabou desperdiçando boas oportunidades para os casperianos. Mesmo assim, os G’s da Paulista, Guiga, Gabriel e Guto, se encarregaram de colocar os Reds a frente do placar na segunda etapa, com belas triangulações e contra-ataques rápidos deixando o placar em 3×2. A defesa, porém, ainda precisa recuperar a atenção. Os adversários rapidamente igualaram o placar, aproveitando uma falha de marcação.

Mesmo com o placar satisfatório, a Cásper não se satisfez e foi atrás do quarto gol que, digamos, foi uma pintura. Em bola parada próxima ao gol adversário, Guiga deu passe para Gabriel, que encontrou Guto do lado da trave sem marcação. O pequeno ala simplesmente empurrou para as redes e mandou um beijo para sua querida Gutete na comemoração. A vitória parecia estar garantida, mas um novo descuido da defesa permitiu que a FECAP chegasse ao empata mais uma vez, acabando com a festa casperiana. O arqueiro Wesley ainda tentou. Ao tentar achar Espiga na área adversária, quase acaba guardando um tento no gol da FECAP. A bola bateu no travessão.

Final do jogo: 4×4

Futebol de Campo

Logo após o apito final do futebol de salão, o elenco casperiano, com exceção de Guiga, pegou a estrada e se dirigiu ao campo da Vila São José em São Caetano. Às 13h00 tinha jogo marcado contra a mesma FECAP, desta vez valendo pela Liga Paulista.

Era o jogo dos aflitos. Ambas as equipes ocupam o fundo da tabela e se viam desesperadas por conquistar sua primeira vitória.

Com a ausência de Guiga, Piu e Jonão, os atletas Gué, Arthur e Biel saíram jogando para defender o manto vermelho. Tudo corria bem até os 20 minutos da primeira etapa. A Cásper dominava a posse de bole e criava as melhores chances de gol. Mas Bruno cometeu falta na entrada da área, recebendo o segundo amarelo e deixando sua equipe com um homem a menos. A FECAP se aproveitou da superioridade numérica e partiu para cima dos casperianos, que conseguiram se segurar até o final da primeira etapa, quando tomaram o primeiro gol.

No segundo tempo, Tácio deu lugar para Gabriel, enquanto Biel e Arthur saíram para a entrada de Espiga e Vina. A alteração deu resultado… mas só depois de outros 2 gols da FECAP.

Perdendo por 3×0, a Cásper partiu para o tudo ou nada. Chocolate entrou no lugar de Vitão para dar mais volume ao ataque e, finalmente, anotou seu primeiro gol na competição após belo passe de Espiga. “Nunca deixei de acreditar. Fui feliz desta vez e agora espero ter novas oportunidades”. Logo em seguida, Cadelão anotou o segundo gol da Cásper em escanteio cobrado por Alex. Ainda dava tempo. E ele (de novo ele!), Chocotone, com todo seu charme e carisma, mais uma vez se viu em frente ao gol adversário com a chance de empate mais clara da partida. Um petardo na trave. E o apito final do jogo logo após: 3×2 para o adversário.

“Pela mudança de atitude a equipe está de parabéns. Mas por que não jogaram a partida inteira dessa forma? Agora, teremos de nos esforçar em dobro se ainda quisermos pensar em classificação.” disse o comandante Ademir, visivelmente irritado com o resultado da partida.

A Cásper segue com apenas um ponto na Liga Paulista e precisa de pelo menos três vitórias nas próximas quatro rodadas.

Colaboraram: Paulo, Thiago e Felipe.

Veja a reportagem no site da Atlética Jesse Owens.